Fidel Castro, Maduro (Chavez), Lula, Dilma, Roberto Requião, MST etc.

Andei lendo alguns artigos “antigos” do Robert Spencer (Jihad Watch) sobre a America Latina, especificamente sobre o ditador Fidel Castro. Encontrei alguns textos que estão em harmonia com o que eu venho percebendo ao longo do tempo.

Ou seja, o que existe em comum entre Fidel Castro, Raúl Castro, Maduro (Chávez), Lula, Dilma, Roberto Requião, MST, Evo Morales, Farc entre outros protagonistas da esquerda comunista bolivariana ateísta, que os aproximam tanto da supremacia islâmica ou do califado global macabro? Como por exemplo:

Muammar Kadafi, Mahmoud Ahmadinejad, 
Ayatollah Khamenei, Bashar al-Assad 
entre outros.

Como diz o ditado: “Quem procura acha…“.  Então vamos ver o que o Robert Spencer diz a respeito:

Lula_anda_Castro9822

Fonte: Fidel Castro says Mossad behind Islamic State : Jihad Watch

"Muita gente tem especulado ao longo dos anos 
sobre o que torna possível 
essa estranha aliança 
entre a esquerda comunista (bolivariana) ateísta 
e a supremacia islâmica. 
Eu penso que seja uma aversão compartilhada 
a liberdade de expressão e a divergência (oposição), 
e uma tendência comum ao autoritarismo. 
Mas, estórias como essa 
sugerem também que compartilham 
o ódio ao judeu e um anti-semitismo paranoico." 
Robert Spencer - Jihad Watch

Fidel Castro diz que Mossad está por trás do Estado islâmico“, AFP, 02 de setembro de 2014:

O ex-presidente cubano Fidel Castro atacou Israel, Estados Unidos e Europa na segunda-feira, dizendo que a agência Mossad de inteligência de Israel estava por trás do grupo Estado Islâmico radical comparando representantes militares da NATO a SS Nazista.

O mundo não tem visto uma trégua sequer nos últimos anos. Particularmente, desde que a Comunidade Econômica Européia, sob a liderança estrita e incondicional dos Estados Unidos, decidiu que o momento havia chegado para acertar as contas com o que restou das duas grandes nações (Rússia e China). Ambas… tinham realizado o feito heroico de pôr fim à ordem colonial imperialista, imposto ao mundo, pela Europa e Estados Unidos“, disse o velho líder de 88 anos.

Ele acusou o Ocidente de “cinismo” e disse que essa característica se tornou “um símbolo da política imperialista“.

_______________________________________

Fonte: Communists love jihad, too: Fidel Castro denounces Israel

The fascists hate Israel, the Communists hate Israel. Only free people love Israel. “Castro: Swastika has become Israel’s banner,” from AFP, June 11:

Os Fascistas odeiam Israel, os Comunistas odeiam Israel. Só as pessoas livres amam Israel. “Fidel Castro: A Suástica se tornou a insígnia de Israel”. Fonte:  AFP

O ex-presidente cubano Fidel Castro atacou Israel na sexta-feira e comparou suas políticas com as da Alemanha Nazista. Ele disse que Israel parece ter adotado a suástica como sua insígnia, e que “não hesitariam enviar 1,5 milhões de palestinos que vivem em Gaza aos “crematórios“.

O ex-líder comunista publicou um artigo na imprensa local em que ele disse: “O ódio do Estado de Israel em relação aos palestinos é tal que não hesitaria em enviar 1,5 milhões de homens, mulheres e crianças para os crematórios onde milhões de judeus de todas as idades foram mortos“…

Que mentiroso e demoníaco 
esse velho assassino é, 
quando são os palestinos, e não os israelenses, 
que nutrem sonhos genocidas 
e os transmitem em seu canal de televisão oficial." Robert Spencer - Jihad Watch

Um comentário do Robert Spencer quando se fala que no Brasil não há risco de terrorismo:

"Na realidade, vários grupos islâmicos 
com laços conhecidos ou suspeitos 
com organizações extremistas 
têm filiais no Brasil 
e são suspeitos de realizar 
atividades de financiamento".

Algumas pérolas brasileiras 
para completar este artigo:

Robert Requião: “O MST é o movimento palestino em Gaza”. Com a presença de Requião, MST comemora 25 anos no Rio Grande do Sul – Vida Pública – Gazeta do Povo .

O governador do Paraná, Roberto Requião, participou neste sábado (24) do evento de comemoração dos 25 anos do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), em Sarandi, cidade do Rio Grande do Sul. “O MST é uma demonstração de saúde da sociedade brasileira”, disse o governador, de acordo com informações da Agência Estadual de Notícias.

O MST é o movimento palestino em Gaza. É a revolta organizada e sistemática contra a pressão e a marginalização”, completou Requião. “Que pressionem os governos, inclusive o meu, porque tenho limitações jurisdicionais e leis que não favorecem as mudanças”, destacou.

_____________________________________

lula-ira

O discurso começou com Lula dizendo 
ao ditador Líbio Muammar kadafi:
"Meu amigo, meu irmão e líder". 
Cúpula da União Africa

Lula - cúpula da Uniao Africana

lula and khamenei.1

 

Anúncios