Hungria: Clérigo Muçulmano diz que “homossexuais são as criaturas mais imundas de Alá”

Fonte/Source: Hungary: Muslim cleric says “homosexuals are the filthiest of Allah’s creatures”

Hungria: Clérigo Muçulmano diz que “homossexuais são as criaturas mais imundas de Alá”

Por Robert Spencer – Jihad Watch

13 de Setembro de 2015

Effeminate-homosexuals 1
Ímã Ahmed Miklós Kovács, Vice Presidente da Comunidade Muçulmana Húngara

Ai de você  — da comunidade gay — se ousar denunciar a perseguição aos gays pela Sharia. Quando eu e Pamela Geller publicamos os anúncios destacando os maus tratos infligidos aos gays pela lei Islâmica, o Conselho Municipal de São Francisco emitiu uma resolução condenando não os maus tratos, mas os nossos anúncios. Defensores da causa gay como Theresa Sparks e Chris Stedman, nos atacaram por ousar e chamar a atenção para o mau trato institucionalizado aos gays pela lei Islâmica. A defesa gay deles não engloba e não se levanta contra a opressão aos gays, mesmo que essa opressão seja mais virulenta e violenta do que qualquer coisa da “extrema direita” nos Estados Unidos. E você não pode culpá-los: Tendo em conta a aliança Esquerdista/Jihadista, fica claro que caso se pronuncie contra os maus tratos aos gays pela Sharia, nunca mais serão convidados para as melhores festas, e podem até ser tachados “de direita”. A covardia moral e a duplicidade, entretanto, são óbvias.

Vice-Presidente Da Comunidade Muçulmana Húngara: Homossexuais São As Criaturas Mais Imundas,MEMRI, 10 de Julho de 2015

Durante o sermão de sexta-feira, 10 de Julho de 2015, o Ímã Ahmed Miklós Kovács, Vice Presidente da Comunidade Muçulmana Húngara, declarou que homossexuais são “as criaturas mais imundas de Alá,” e que Muçulmanos “nunca devem aceitar essa doença.” Ele instruiu os seguidores a não pintarem suas imagens de perfil no Facebook com as cores do arco-íris.

Seguem alguns excertos:

Ahmed Miklós Kovács: Esses homossexuais são as criaturas mais imundas de Alá. Um Muçulmano nunca deve aceitar essa doença, essa coisa terrível e depravada. Ele nunca deve colorir sua imagem de perfil do Facebook com cores do arco-íris, e nunca deve aplaudir [homossexuais] e expressar solidariedade a eles.

[…]

Meus queridos irmãos, como vocês sabem, a perversidade se alastrou nesses tempos. O pecado se tornou generalizado, e os valores morais se tornaram raros mundialmente. Coisas que eram consideradas belas no passado se tornaram feitas aos olhos de algumas pessoas, e coisas que eram consideradas feias se tornaram belas aos olhos de alguns. Uma dessas coisas é a homossexualidade, que Alá nos proteja disto. Nos dias atuais [homossexuais] estão celebrando a doença deles. Homossexuais efeminados são as criaturas mais imundas de Alá. Eles são doentes, e um Muçulmano nunca deve aceitar essa coisa feia. [Homossexuais] estão destruindo os valores morais sadios e as sociedades. Essa coisa imunda não é aceita pela sociedade deste país, e é proibida no Islã e em todas as religiões monoteístas.


Tradução: Sebastian Cazeiro

Anúncios

Uma consideração sobre “Hungria: Clérigo Muçulmano diz que “homossexuais são as criaturas mais imundas de Alá””

  1. Ála volta para as trevas !!!!……… E leva seus seguidores ….. Maomé é uma farsa!…… Mulçumanos Voceis são criaturas imundas !….Não da nem pra comparar com com os vermes …..Vcs são doenças malignas e incuraveis……Vocs tem que sumir do planeta terra …. Para o bem da humanidade !!! ……

    Curtir

Os comentários estão desativados.