A ESQUERDA, O GLOBALISMO E O ISLÃ

Foto: General Vo Nguyen Giap com Dilma, Lula e Celso Amorim.

"O general Vo Nguyen Giap, vencedor de Dien Bien Phu, reconheceu indiretamente, em 1964, a contribuição chinesa: “A partir de 1950, depois da vitória chinesa, o nosso exército e o nosso povo tiveram oportunidade de aprender lições preciosas com o Exército de Libertação do Povo Chinês. Nós pudemos nos educar graças ao pensamento militar de Mao Tse Tung. Esse foi o fator importante que determinou a maturidade do nosso exército e contribuiu para as nossas sucessivas vitórias”. 

A “educação” do ídolo de Dilma foi com ninguém menos do que o maior genocida da história da humanidade, responsável pela morte de cerca de 60 milhões de pessoas!

Excerto do artigo "A Lição do Presidente Lula" de Rodrigo Constantino.

A ESQUERDA, O GLOBALISMO E O ISLÃ

Por Tião Cazeiro – Muhammad e os Sufis

06 de Janeiro de 2017

Em 27 de Outubro de 1964, o brilhante  ex-presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan  disse o seguinte:

“”Você e eu fomos informados de que devemos escolher entre uma esquerda ou uma direita, mas eu sugiro que não existe tal coisa como uma esquerda ou uma direita. Há apenas um para cima ou para baixo. Até o velho sonho do homem — o máximo de liberdade individual consistente com a ordem — ou até o monte de formigas do totalitarismo. Independentemente de sua sinceridade, seus motivos humanitários, aqueles que sacrificariam a liberdade pela segurança embarcaram nesse caminho descendente”.

Infelizmente não tenho como traduzir alguns artigos citados aqui, muito menos o vídeo.

O governo Reagan é admirado até hoje e comparado aos Pais da Nação Americana.

Agora, vejam o que Eric Beinhocker (professor em Oxford) disse recentemente numa entrevista:

“Precisamos avançar para além das categorias tradicionais de esquerda vs. direita, e desenhar um modelo de capitalismo que seja inclusivo, resiliente e ambientalmente sustentável. Esse é o desafio da nossa geração”.

Propor uma sociedade melhor para os nossos filhos, não necessariamente passa pela reinvenção da roda. “Próximo Papa diz que Trump poderia ser como ‘o melhor presidente’ Reagan“.

Precisamos mais do que nunca de bom senso.

Margaret Thatcher deixou uma frase interessante:

“As nações Democráticas devem tentar encontrar formas de matar de fome o terrorista e o sequestrador, com o oxigênio da publicidade de que dependem.”

O que eu quero dizer com isso? A grande mídia, como sempre, não revela que a esquerda anda de braços dado com o Islã.

O Islã não é uma minoria e muito menos raça. Islamofobia é pura demagogia contra o Kafir (infiel).

Quem defende foto com o Hijab em documentos oficiais (passaporte por exemplo) e tenta introduzir o Ensino Islâmico nas Escolas Brasileiras?  Advinha…  Leia este artigo: A vereadora Anice Gazzaoui (PT) defende o seguinte

O blog Portal Conservador
 questiona o deputado Jean Wyllys, 
observando  que os gays 
serão fatalmente atingidos,
 pois o Islamismo é totalmente anti-homossexual.  
E mais, se o Ensino Islâmico 
for aprovado 
"irá promover uma religião 
em detrimento das demais, 
e justamente sobre  a parcela da sociedade
 mais indefesa, as crianças." 
 http://buff.ly/SMV9Tl 

Isso nada mais é do que a Sharia se impondo no Brasil.

Ator preponderante que há 1.400 anos despeja um ódio mortal a Judeus, Cristãos etc. Algo em torno de 270 milhões de pessoas foram massacradas pelo Islã. Se podemos afirmar que a esquerda odeia o Cristianismo, e é fato, logo podemos afirmar que a esquerda e o globalismo tem uma interseção com o Islamismo. Anotações hackeadas: George Soros Network promoveu intensamente a ‘Islamofobia’ após ataque terrorista Islâmico

A esquerda, em particular, nos convenceram de que criticar o Islã é ser “intolerante”.  Assim que alguém criticar o Islã a primeira resposta que ouve é  “você é um racista”. Isso não é verdade. O Islã é uma ideologia não uma raça. Você pode criticar o Islã da mesma forma que pode criticar o comunismo, o liberalismo, o feminismo, etc.

A esquerda está sempre no futuro. Nunca no presente, é sempre para depois, sempre para “algum dia”, igualzinho ao Islã: “A paz virá quando o Islã dominar o mundo“. Isto é ridículo.

Veja o que estão fazendo com o Donald Trump. Não suportaram a derrota e agora o acusam de Fascista, Nazista etc. Pânico em Hollywood: 100 celebridades prometem parar o ‘perigoso’ Donald Trump

A vinda em massa de migrantes para o Brasil é oportunismo político barato. A tempestade perfeita.

Leiam este artigo escrito em 2015 por  Dorrit Harazim, O Globo‘Onde está o mundo? Compare esse artigo com o que está acontecendo na Europa atualmente e irão entender tudo.

Encerro a questão com três artigos brilhantes:

1 – Raymond Ibrahim: Por que Victor Orbán da Hungria tem razão sobre o Islã

2 -Por que as Nações Ocidentais Devem Aceitar Somente Refugiados Cristãos

3 –A Revolução Globalista – Olavo de Carvalho


Anúncios