ISRAEL: ESTUDANTE RECEBE UMA ENXURRADA DE AMEAÇAS DE MORTE POR PROJETO DE ARTE “ANTI-ISLÔ

Fonte/Source: Israel: Student gets deluge of death threats for “anti-Islam” art project


ISRAEL: ESTUDANTE RECEBE UMA ENXURRADA DE AMEAÇAS DE MORTE POR PROJETO DE ARTE “ANTI-ISLÔ

Por ROBERT SPENCER

12 de JANEIRO DE 2017

Na verdade é mais um projeto de arte ateísta do que um projeto de arte “anti-Islã”, e o termo “projeto de arte” foi usado de forma muito desprendida neste caso, mas de qualquer maneira, os Muçulmanos estão enfurecidos. É bom saber que a universidade está do seu lado. Provavelmente nos Estados Unidos, seria expulsa e teria que se refugiar.

“Estudante Israelense recebe enxurrada de ameaças de morte sobre projeto de arte anti-Islã”, de Benedict Spence, Heat Street, 12 de janeiro de 2017:

Uma estudante Israelense foi ameaçada de morte após apresentar um projeto de arte criticando o Islã, — mas foi defendida pela sua universidade, que levantou-se em defesa da liberdade de expressão da estudante.

A aluna anônima, que frequenta a Universidade de Haifa, 60 milhas ao Norte de Tel Aviv, entregou um tapete de oração Muçulmana com as palavras “Deus está morto; Continue orando” pintada sobre ele.

O projeto desencadeou uma reação furiosa dos colegas Muçulmanos, que postaram fotos da peça online, a qual anteriormente tinha sido mostrada apenas a alguns poucos alunos.

Segundo o site de notícias local Ynetnews.com, o compartilhamento da imagem gerou uma enxurrada ameaças de morte, o que a fez ir à polícia.

Ela disse: “Eu tenho muito apoio, exceto pelos dois alunos que fotografaram, o que eu estava apresentando, sem minha aprovação.”

“Eles atribuíram uma interpretação à peça completamente diferente. Recebi ameaças de morte e mensagens de pessoas dizendo que queriam me matar”.

Ela acrescentou “na vida cotidiana, quando você descreve alguém sem piedade, você diz ‘você não tem Deus’. Eu quis dizer ISIS, que não acredita que religião é moralidade. “

Outro estudante, no entanto, disse Ynetnews “[ela] queria receber atenção para prejudicar a religião. É inaceitável escrever coisas como essa. Escrever que Deus está morto realmente nos prejudica…”.

 Como? Por que você se importa com o que ela pensa?


Tradução: Tião Cazeiro — Muhammad e os Sufis

 

Anúncios