OBAMA LIBEROU US$ 221 MILHÕES AOS PALESTINOS NAS ÚLTIMAS HORAS

Fonte/Source: Report: Obama Gave $221 Million to Palestinians in Last Hours


OBAMA LIBEROU US$ 221 MILHÕES AOS PALESTINOS NAS ÚLTIMAS HORAS

on the West Front of the U.S. Capitol on January 20, 2017 in Washington, DC. In today's inauguration ceremony Donald J. Trump becomes the 45th president of the United States.
Na frente Ocidental do Capitólio dos EUA em 20 de Janeiro de 2017 em Washington, DC. Na cerimônia de inauguração de hoje, Donald J. Trump se torna o 45º presidente dos Estados Unidos.

Por JOEL B. POLLAK

23 de Janeiro de 2017

A Associated Press informou na Segunda-feira que o ex-Presidente Barack Obama liberou US$ 221 milhões em financiamento Americano para a Autoridade Palestina na manhã de Sexta-feira, 20 de Janeiro — poucas horas antes dele deixar o cargo.

Detalhes da AP:

Um funcionário do Departamento de Estado e vários assessores do Congresso dizem que a administração cessante informou formalmente ao Congresso que gastaria o dinheiro na Sexta-feira de manhã, pouco antes de Donald Trump se tornar presidente.

Mais de US$ 227 milhões em financiamento à assuntos externos foram liberados na época, incluindo US$ 4 milhões destinados a programas de mudança climática e US$ 1,25 milhões para organizações da ONU.

Pelo menos dois legisladores do Partido Republicano questionaram e suspenderam os fundos aos Palestinos. Questionamentos do Congresso são geralmente respeitados pelo poder Executivo, mas não são juridicamente vinculativos.

Esta não foi a primeira vez que Obama concedeu fundos à Autoridade Palestina, contrariando o Congresso. Em 2012, por exemplo, desbloqueou quase US$ 200 milhões que foram congelados em resposta às ações unilaterais dos Palestinos nas Nações Unidas, usando uma renúncia legal incluída na Lei de Responsabilidade Civil Palestina.

Os Republicanos têm exigido cada vez mais o bloqueio ou o cancelamento de fundos destinados à Autoridade Palestina, não só por causa de movimentos diplomáticos unilaterais em direção a um estado independente, mas também por evidências crescentes de que os fundos são usados ​​para incitar a violência e proporcionar recompensas financeiras aos terroristas.

A Autoridade Palestiniana prevê indenizações às famílias de prisioneiros terroristas encarcerados em prisões Israelitas, bem como àqueles que se mataram em ataques contra civis Israelitas. O total alocado pelo orçamento da Autoridade Palestina destinados à “Proteção das Famílias dos Mártires” era de cerca de 175 milhões de dólares em 2016 e um montante adicional de 140 milhões de dólares seria atribuído aos pagamentos a prisioneiros e ex-prisioneiros.

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, também estava entre os primeiros líderes mundiais que o presidente Obama convocou depois de assumir o cargo em Janeiro de 2009.

Joel B. Pollak é Editor Sênior na Breitbart News. Foi nomeado como umas das “mais influentes” pessoas nos meios de comunicação em 2016. Seu novo livro, COMO TRUMP VENCEU: A HISTÓRIA REAL DE UMA REVOLUÇÃO,  já está disponível através da Regnery. Siga-o no Twitter no @joelpollak.


Tradução: Tião Cazeiro — Muhammad e os Sufis

Anúncios